A fabricante de automóveis Volkswagen vai ajudar a converter o seu Carocha (Beetle/Fusca) clássico num carro elétrico

695

No meio da era sombria e terrível da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha criou um veículo icónico, que atendeu à necessidade das pessoas de ter um carro prático e de confiança, que o os alemães de classe média pudessem pagar. O governo alemão encarregou Ferdinand Porsche de projetar e criar um veículo simples, de baixo custo e pequeno, mas suficientemente grande para caber toda a família.

O design final da Porsche apresentava um estilo elegante com bordas curvas, que seguia a tendência de carros com armações redondas. Numa operação intitulada Kraftdurch Freude ou “Strength Through Joy”, os primeiros protótipos foram dados a soldados, funcionários do governo e ao próprio Hitler. Alguns anos após a Segunda Guerra Mundial, a Grã-Bretanha entregou as fábricas de veículos a Heinz Nordhoff, um ex-executivo da Opel.

A Volkswagen produziu e vendeu 10.000 carros na Europa Ocidental, onde obteve o seu apelido: Beetle (Carocha). Em apenas uma década, um milhão de unidades foram vendidas.

Quando chegou à América, destacou-se claramente do resto dos seus concorrentes, pois era muito mais barato, mais robusto e confiável, mesmo em estradas não pavimentadas. Ao contrário de veículos caros, a manutenção e as reparações do Carocha custavam significativamente menos.

O Carocha, que foi construído inicialmente para o povo, acabou mesmo por se tornar a escolha do povo. Em 1972, a Volkswagen produziu o seu 15.007.034º Carocha, o que fez dele o carro mais vendido de todos os tempos.

Todas as gerações reconhecem um Carocha, devido à sua forma e design intemporais e inconfundíveis – é o carro mais famoso já criado.

Foi também através do cinema que nos apaixonámos por ele. Lembra-se de Herbie, o filme de 1968 sobre o carro antropomórfico Herbie? Apenas um de muitos filmes em que figurou um Carocha, é claro.

Eventualmente, a competição ficou renhida e o ele foi ofuscado por projetos superiores e mais recentes dos fabricantes de automóveis de todo o mundo. Apesar dos esforços da Volkswagen para enfrentar as marés da mudança, as vendas continuaram em queda. A produção do Volkswagen Carocha cessou em julho de 2019, mas como CEO do Volkswagen Group of America, Hinrich J. Woebcken comentou no seu anúncio: “Nunca diga nunca”.

Em outubro, alguns meses após o hiato, a Volkswagen anunciou que ajudará a eletrificar o clássico.

Uma vez convertido, o e-Beetle (e-Carocha), movido a bateria, combinará o charme e a confiança seculares com a tecnologia sustentável do futuro.

Um Carocha convertido pesa mais de 1.270 kg, começa a acelerar aos 48 km/h e atinge a sua velocidade máxima aos 150 km/h. O seu sistema de bateria possui 14 módulos, cada um com capacidade de 2,6 kWh. Você pode percorrer uma distância de 200 km sem ficar sem bateria. E, ao contrário dos carros elétricos que demoram muito para ser carregados, o e-Beetle pode chegar aos 150 km com apenas uma hora de carregamento.

O pacote do motor será mais compacto e o antigo compartimento do motor pode agora ser usado como um segundo porta-malas. Em comparação com o Carocha original e as suas outras versões convertidas, a sua versão elétrica pode acelerar até mais de 48 km/h em menos de 4 segundos e até 80 em 8 segundos.

Os especialistas em automóveis aconselham os aspirantes a proprietários de um e-Beetle a preparar uma boa quantia de dinheiro, pois a conversão do Carocha clássico não sairá barato. Mas com as novas leis que proíbem carros a diesel na maioria da Europa e o custo médio de veículos elétricos novos em folha, pode ser um investimento sábio.

O Volkswagen Beetle tornou-se um símbolo de amor, paz e união. O famoso veículo pode ser encontrado em quase todos os países e deixou uma marca indelével nas pessoas de pelo menos três gerações.

Com a atitude ousada da Volkswagen de ajudar os amantes dos Carochas a converter os seus adorados em carros movidos a eletricidade, não será uma surpresa se as ruas ficarem repletas deste clássico como nos bons e velhos tempos.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais