A revista Time nomeou esta menina num fato sem cabeça a nova Rainha do Halloween

1.550

Desde que as Filipinas foram conquistadas pelos espanhóis, a última semana de outubro até ao dia 2 de novembro sempre foi passada pelas pessoas a visitar as sepulturas dos seus entes queridos. No cemitério, as famílias filipinas reuniam-se para orar pelas almas dos membros da família que já tinham partido.

Hoje, porém, com a influência dos países ocidentais, o “doce ou travessura” também se tornou popular nas Filipinas. Agora, há desfiles, maratonas e outras atividades com crianças vestidas com roupas coloridas e assustadoras.

Na verdade, recentemente, um vídeo daquilo que parece ser uma criança sem cabeça a carregar a própria cabeça numa bandeja tornou-se viral.

Se o vídeo não tivesse sido filmado em plena luz do dia, à primeira vista, Maya, uma criança de 2 anos, pareceria realmente uma aparição. O traje foi feito ao pormenor e de forma complexa, pelo que parece tão convincentemente real.

Foi a mãe de Maya, Krystel, quem criou a fantasia misteriosa de Maya: “fiz o traje apenas com materiais que se pode encontrar em casa.

Mas Maya não era a única pessoa que estava preparada para assustar – Charlie, a irmã de 6 anos de Maya, vestida de açougueiro, segurava uma faca de brincar e envergava um avental sangrento. O seu rosto também foi pintado de forma a parecer um zombie aterrorizante.

Krystel diz ter feito questão que as suas filhas estivessem sempre muito envolvidas no processo de criação das suas roupas.

“Eu faço-lhes perguntas. Quero que sejam criativas e engenhosas ao mesmo tempo. É uma experiência de aprendizagem para todos nós”, diz Krystel.

Como Maya e Charlie participam ativamente na criação de seus trajes, já não têm medo de fantasias assustadoras.

“Elas não ficam assustadas porque fizemos as roupas juntas e elas assistiram aos tutoriais de maquilhagem do Dia das Bruxas no YouTube, e portanto sabem que é falso”, acrescentou Krystel.

A pequena “decapitada” Maya, com a cabeça numa bandeja, ficou famosa nas redes sociais, devido à genialidade da sua fantasia.

“As pessoas tiveram de olhar duas vezes. Ficaram curiosas sobre como tudo tinha sido feito, e no final todas acharam o traje engraçado e muito inteligente”, conta Krystel.

Em poucos dias, o vídeo assustador mas encantador de Maya foi visto 25 milhões de vezes, por pessoas de todo o mundo.

Apesar do número impressionante de visualizações e partilhas, Krystel ainda não consegue acreditar que o vídeo de Maya “sem cabeça” está em altas por todo o mundo, tanto que até está no topo da lista de pesquisas do Google.

“Foi surreal. Estamos admirados com o facto de um vídeo de 9 segundos de Maya ter conquistado a internet. Fomos contactados por diferentes empresas jornalistas de todo o mundo”, admitiu Krystel.

Veja o vídeo e PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais