Audição de baterista de 2 anos ganha 20 milhões de visualizações e deixa todos em choque

2.395

Hugo Molina, de 2 anos, o participante mais jovem de todos os tempos no Got Talent da Espanha, mostrou recentemente as suas improváveis ​​habilidades de bateria.

Demasiado pequeno para atravessar o palco sozinho, Hugo foi levado até uma bateria pelo pai Manuel Jesús. O apresentador até pediu ao público para não o aplaudir, para que o menino não ficasse assustado.

Quando o pai o colocou no chão, Hugo tinha as baquetas na mão, mas ninguém achava que ele sabia o que fazer com elas.

A música de fundo começou e o pai disse: “Como tocamos bateria, Hugo?”. Em seguida, o menino passou a tocar a Semana Santa, uma marcha tradicional de Páscoa.

Naturalmente, todos ficaram chocados com a audição incrível do pequeno, pois para além de adorável, é extremamente talentoso!

Os jurados ficaram muito admirados, mas ele ainda estava apenas em aquecimento. Pouco depois, começou a tocar ainda mais rápido, adicionando um bloco de madeira à percussão e até fez contato visual com a multidão durante a performance.

Artista de coração, Hugo deixou todos os presentes boquiabertos. A mãe dele estava nos bastidores, e o seu nervosismo transformou-se em alívio e orgulho, ao ver o filho fazer o número que ela sabe que ele é capaz, mas desta vez em frente de milhares.

“Ele manteve o ritmo o tempo todo e isso mostra que o seu talento é inato. Você nasceu para fazer isso”, disse um dos jurados.

Os pais de Hugo ficaram emocionados, e o menino também ficou feliz por interagir com os jurados após a sua apresentação – e é bastante falador para quem tem só 2 anos!

Desde que foi publicado, o vídeo da prestação do doce Hugo já foi visto mais de 20 milhões de vezes.

Não deixe de assistir também e PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais