Cadelinha equilibra-se nas patas traseiras à espera que o dono arranje o seu carrinho

710

Esta é a história de Cora Rose, uma cadelinha adorável de raça poodle, cujas duas patas dianteiras foram amputadas, devido a um acidente de carro.

Felizmente, Cora Rose foi resgatada da eutanásia depois do acidente a deixar com uma infeção acumulada nos ossos e a pélvis e patas partidas. Podendo contar com a família que a adora acima de tudo, não perdeu a alegria de viver.

“Perder as duas patas dianteiras não a privou de nada. De todos os nossos cães, é a mais feliz”, disse Zach Skow, de 39 anos, o seu amado dono.

A família Skow juntou US $ 10.000 para a cirurgia que lhe amputou as patas da frente, mas que lhe salvou a vida. “Aquele tipo de infeção é como cancro para os cães”, explicaram.

Naturalmente, Cora Rose levou um pouco para se habituar à nova realidade, mas agora salta como um canguru, e parece nem se lembrar que outrora não foi assim.

Agora, Cora Rose pode correr e brincar com os seus irmãos peludos com a ajuda de um carrinho, e a sua felicidade é notória.

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais