Cão idoso cego ganha o seu próprio “cão-guia” e recupera a vontade de viver

527

Hoje vamos dar-lhe a conhecer Charlie, um adorável cão de 11 anos que perdeu ambos os olhos por causa do glaucoma, doença ocular causada pela idade já avançada, que provoca cegueira.

Ao início, a mudança não teve um grande impacto na vida de Charlie, mas passado um tempo começou a ficar muito mais quieto e sem vontade de brincar, por medo de bater em alguma coisa ou cair.

De coração partido por vê-lo assim, os seus donos decidiram adotar um novo cão para lhe fazer companhia.

E assim surgiu o pequeno Maverick, que fez toda a diferença na vida de Charlie. Os dois começaram logo a brincar, e o mais fascinante é que embora Maverick ainda seja pequeno, parece compreender o problema de saúde do amigo e faz questão de lhe colocar os brinquedos à frente e orientá-lo nas caminhadas que fazem juntos.

Agora, Charlie e Maverick são absolutamente inseparáveis – como verdadeiros irmãos, que se adoram com todo o coração. Maverick dorme quase sempre junto de Charlie, para que ele sinta que não está sozinho.

O pequeno trouxe uma nova razão de viver a Charlie, que está mais feliz que nunca, e as imagens comprovam-no.

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais