China constrói um painel solar em forma de panda e ajuda a salvar o planeta de uma forma divertida

400

A China, embora seja um dos países mais poluidores a nível mundial, com cidades de céu cinzento e habitantes com máscaras, tem feito esforços recentes para aproveitar outros tipos de geração de energia elétrica.

Como o panda é um dos animais mais adorados por todo o mundo, a China aproveitou a sua figura para construir a central de energia solar mais adorável de sempre.

Do céu, é possível ver dois pandas muito queridos, que parecem saudar quem os vê. Segundo Li Yuan, diretor executivo da Panda Green Energy, o projeto deste painel tem o objetivo de estimular o interesse dos jovens pelas energias do futuro e procura de formas de gerar eletricidade sem prejudicar o nosso planeta. Para além disso, o painel produz 50 megawatts, suficiente para alimentar 16.500 casas por hora.

A primeira fotografia trata-se de um esboço realizado pelos designers, mas o produto final está bem diferente por causa das placas fotovoltaicas, que são delicadas e escuras para absorver melhor a luz solar.

Apesar dessa limitação no design, não deixa de ser uma iniciativa excelente, que tem chamado a atenção pelos melhores motivos.

Atualmente, a China detém 25% da produção de eletricidade solar no mundo, duplicando a sua capacidade instalada entre 2015 e 2016 – uma autêntica revolução pelo meio ambiente.

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais