Que mudanças ocorrem no seu corpo se você parar de comer pão?

2.843

O pão faz parte da alimentação do ser humano desde há muito, muito tempo, e é um verdadeiro essencial diário para algumas pessoas.

Porém, ultimamente as dietas baixas em hidratos de carbono e sem farinha tornaram-se bastante famosas, pois aparentemente ajudam a perder peso. Mas a verdade é que ao deixar de consumir pão, acontece muito mais que isso!

A farinha começou a ser produzida industrialmente no século XX, o que piorou consideravelmente a sua qualidade, pelo que recomendamos que opte por pães integrais ou escuros. Inicialmente, pode ser difícil resistir ao pão branco, feito com farinha refinada, mas é uma questão de hábito e faz muito melhor pela saúde. Para além disso, vai descobrir que os outros pães também são saborosos!

De seguida, deixamos-lhe algumas razões pelas quais deve considerar diminuir ou cessar o consumo de pão branco:

  • Produto alimentar inútil

Durante o processamento do grão e da farinha, a maioria dos nutrientes importantes desaparecem. A farinha branca refinada só retém 30% das substâncias úteis e perde as propriedades benéficas no espaço de 2 semanas. A sua vida útil é de 12 meses, logo o pão branco tão adorado é basicamente confecionado a partir de um pó branco inútil.

  • Falta de sabor

O pão branco não tem sabor, daí ser o escolhido por maior parte das pessoas, que procuram algo que não interfira mo gosto dos acompanhamentos. Porém, se usassem pão integral ou escuro, tudo ficaria ainda mais saboroso e mais saudável.

  • Toxicidade

Atualmente, o trigo é cultivado em larga escala, e para aumentar e acelerar a sua produção, este é pulverizado com pesticidas e tratado com vários compostos químicos para afastar os roedores e fungos. Para além disso, por forma a tornar a farinha mais branca, os fabricantes utilizam as mesmas substâncias dos branqueamentos de roupa das lavandarias, como o peróxido de benzoíla, pirossulfatos de sódio e cálcio e dióxido de cloro.

  • Erupções na pele

Se consumir muito frequentemente produtos feitos a partir de farinha, é provável que isso se reflita negativamente na sua pele. Podem surgir erupções cutâneas, que costumam resultar da reação ao glúten do pão. O glúten não é excretado do corpo e acumula-se nas paredes gastrointestinais, provocando danos. Ao longo do tempo, prejudica o processo de absorção de nutrientes.

  • Problemas digestivos

O glúten, presente em maioria do pães, afeta a integridade das células no intestino, logo pode causar diversos distúrbios a nível do sistema digestivo. O pão de trigo integral possui fibra, um elemento bastante importante para o ser humano, coisa que os pães de farinha refinada quase não têm.

  • Envelhecimento precoce

O pão branco carece de nutrientes, e ao consumir alimentos sem as vitaminas necessárias, o organismo não consegue manter a juventude de outrora.

  • Vício

O pão vicia, uma vez que a farinha refinada provoca uma libertação de açúcar no sangue e consequência produção da hormona da insulina. Mesmo comendo só um pouco, os seus níveis de açúcar no sangue sobem e baixam rapidamente, daí ter vontade de comer hidratos de carbono rapidamente – o corpo deseja outra onda energética. Porém, estes picos podem provocar diabetes.

  • Excesso de peso e obesidade

Mais de 70% das pessoas que retiram o pão da sua alimentação por completo perdem peso nas primeiras semanas. Sabia que em 100 gramas de farinha refinada, tem apenas 0,6 gramas de fibra, e o resto vai tudo diretamente para as coxas, pneus e barriga. Na verdade, o pão tem um índice glicémico superior ao de tabletes de chocolate, e o amido presente nele entra na nossa corrente sanguínea sob a forma de glicose, o que nos deixa com fome novamente.

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais