Ele adotou todos os animais que estavam velhos de um abrigo

364

Se você deseja partilhar a sua vida com um animal de estimação, ir a um abrigo é a melhor decisão a tomar.

A maioria das pessoas vai a um abrigo para adotar um ou dois animais, mas quantas considerariam levar para casa todos os cães mais velhos que lá estejam? Bem, este homem fez precisamente isso.

Muitas vezes, cães idosos e animais com necessidades especiais passam despercebidos nos abrigos por aqueles que procuram adotar. Sabendo disso, Steve Grieg, de 55 anos, residente no Colorado, encontrou a sua vocação e paixão dando um lugar confortável e amoroso para animais idosos viverem os seus anos dourados.

Para espalhar a mensagem e encorajar outros a fazer o mesmo, Grieg criou uma página no Instagram que ganhou mais de 900.000 seguidores.

As suas fotografias mostram o dia a dia da sua família adotiva – desde idas à livraria ou à praia ou apenas passear pela casa, o Instagram de Grieg conta as muitas aventuras que partilha com os seus amigos peludos, e até de penas.

A procura de Grieg para abrir a sua casa para animais necessitados começou quando um dos seus cães, um Pinscher em miniatura chamado Wolfgang, faleceu. Qualquer pessoa que já teve um animal de estimação sabe que ele ocupa um lugar especial no seu coração. Quando morrem, é como perder um membro da família.

“Fiquei muito perturbado, mas queria encontrar uma maneira de fazer algo verdadeiramente impactante, de dar um significado à sua morte. Então, decidi ir a um abrigo e adotar o mais velho, com menos probabilidade de ser adotado lá”, conta.

Foi quando conheceu Eeyore, um chihuahua de 12 anos com sopro no coração e problemas nas articulações, que acabou por levar consigo para casa.

Mas ele não parou por aí. “Simplesmente decolou a partir daí. Sempre que encontrava um cão que não tinha grandes probabilidades de encontrar um lar, levava-o comigo”, acrescentou.

Greig sempre teve cães. Antes de começar a acolher “em série”, costumava ter 3 ou 4 de cada vez! Agora, ele divide a sua casa com 10 cães idosos que resgatou e aos quais proporcionou uma boa vida.

“Eles são apenas animais mais sábios. Você meio que sabe o que quer da vida quando atinge uma certa idade. Estes cães sabem quem são e é fácil desenvolver um relacionamento com uma pessoa ou animal de estimação que sabe quem são”, explicou.

Depois de começar a acolher cães idosos, Greig também começou a dar casa a outros animais necessitados, como o porco Bikini, o coelho Stuart, a galinha Betty e o peru Tofu. Para além destes animais, ainda tem dois gatos malhados e um lago cheio de peixes.

“Eles fazem com que me sinta em casa. É muito gratificante saber que eles são felizes, amados e bem cuidados. Faz os meus dias valer a pena”, concluiu Grieg.

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais