Enquanto a humanidade está em quarentena, o Planeta Terra restabelece-se!

1.767

Nos momentos mais difíceis, é importante tentar ver o lado positivo. Atualmente, o mundo inteiro está a braços com uma assustadora pandemia, que obrigou muitos países a parar o seu funcionamento normal.

As pessoas estão fechadas em casa de quarentena, as ruas vazias, as cidades parecem fantasma, o que contribui para um crescente clima de ansiedade e medo.

Porém, a verdade é que nem tudo neste cenário é mau. Por exemplo, em Veneza, em Itália, um dos países mais afetados pelo novo coronavírus, a ausência de turistas e lanchas nos seus canais fez as águas recuperar o seu brilho.

Nunca tendo visto as águas tão cristalinas, os habitantes apressaram-se a partilhar fotografias da linda paisagem. Neste momento, a água está tão límpida que dá para ver o fundo, e a fauna marinha começa aos poucos a ressurgir!

Agora, é possível ver peixes, cisnes e patos nos canais de Veneza, nas águas de Burano e nas fontes de Roma. Até golfinhos foram vistos em Cagliari, na Sardenha, a brincar serenamente perto das docas.

Por ser uma cidade tão turística, Veneza e os seus canais estão sempre afetados pela poluição dos barcos a motor.

A cessação de todas as atividades e a obrigação de ficar em casa fez a cidade parar, e deu uma oportunidade à natureza de ganhar vida.

Para além disso, os satélites de monitorização de poluição da NASA e da Agência Espacial Europeia (ESA) detetaram reduções de dióxido de nitrogênio (NO2) significativas na China.

As imagens de satélite divulgadas pelo Centro de Pesquisa em Energia e Ar Limpo (CREA) revelam uma diminuição drástica da poluição do ar na China e no Norte da Itália, a partir do decreto da quarentena com o objetivo de evitar o contágio.

A cor vermelha representa níveis de dióxido de hidrogénio (NO2) altos, libertados maioritariamente por veículos e indústrias, e a diferença entre janeiro e março é realmente incrível.

Apesar de tudo, esta pandemia acabou por trazer um benefício inesperado ao planeta Terra, provando que se quisermos, conseguimos reverter os estragos provocados ao longo do tempo.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais