Escola embala refeições que sobram para estudantes com necessidades

2.503

Quem já trabalhou numa cozinha profissional, sabe que muita comida é desperdiçada. Mas agora, uma escola no Indiana está a trabalhar para reduzir o desperdício de alimentos e fornecer aos alunos necessitados refeições para levar para casa no fim de semana.

Para as crianças mais necessitadas, as noites e fins de semana podem ser difíceis. A escola geralmente fornece a única refeição garantida do dia, e ter comida nutritiva suficiente para comer está intimamente ligada ao sucesso académico, por isso todos ganham neste programa único.

Num movimento brilhantemente criativo, a Elkhart Country Community School do norte de Indiana uniu-se a um grupo sem fins lucrativos chamado Cultivate para um programa piloto no Woodland Elementary.

Se tudo correr bem, eles expandirão o programa para alimentar mais alunos em escolas vizinhas.

Vinte crianças estão atualmente inscritas no piloto, que fornece uma mochila com oito refeições congeladas individuais a cada sexta-feira, durante o ano letivo.

As refeições são feitas com alimentos que os funcionários do refeitório prepararam, mas nunca chegaram a servir, por isso não há nenhuma despesa extra envolvida. Eles estão simplesmente a certificar-se de que comida extra vai para onde é necessária, em vez de ir parar ao lixo.

“A preparação excessiva é apenas uma parte do que acontece. Nós levamos comida bem preparada, combinamos com outros alimentos e fazemos refeições individuais congeladas”, disse o porta-voz do Cultivate, Jim Conklin.

Natalie Bickel, a supervisora ​​de serviços estudantis em Elkhart, disse que até o programa aparecer, as sobras de comida eram desperdiçadas, o que é típico de grandes cozinhas que servem comida buffet ou estilo cantina.

As crianças não estão sequer a receber os restos – são simplesmente extras que nunca chegaram à programação e ficaram na cozinha, então estão livre de contaminação.

A Cultivate tem vindo a resgatar alimentos para os mais necessitados há algum tempo, mas nunca experimentaram o projeto nas escolas. Eles também recolhem comida de eventos universitários, como jogos de futebol.

“Nós recolhemos comida que foi feita, mas nunca servida por empresas de catering e grandes empresas de serviços de alimentação. Mas nem sempre se pensam nas escolas”, disse Jim Conklin.

Agora, o Cultivate chega à escola primária três vezes por semana para comprar comida extra. O programa está a receber financiamento da Academia de Liderança da Câmara de Comércio de Elkhart.

“Estou orgulhosa disto. Partiu-me o ouvir que as crianças vão para casa nos fins de semana e não têm nada para comer”, disse Melissa.

O gerente geral e co-fundador Randy Z recolhe as sobras intocadas e não servidas de eventos de alto nível e relata que já criaram 11 mil refeições até agora. “Conseguimos proteína, hidratos e vegetais. Tudo é feito pelos melhores chefs da comunidade. Não têm nenhum produto químico, conservantes, nada”, disse.

Nós adorámos este modo criativo de garantir que a comida vai para aqueles que precisam e não para o lixo! É inacreditável que tenha demorado tanto tempo para alguém pensar nisso.

E apesar das dificuldades logísticas envolvidas no projeto, a atenção que a Cultivate recebeu em todo o país sem dúvida levará a outros projetos semelhantes, e isso é uma boa notícia para todos!

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais