Esta mulher estava a ser seguida por 3 estranhos, então abraçou um homem e sussurrou “ajuda” ao seu ouvido

642

Caminhar para casa à noite parece uma coisa completamente segura de se fazer, mas infelizmente, isso não é verdade para todos – especialmente para as mulheres, que costumam ser alvo de pessoas mal-intencionadas.

É por isso que muitas viajam sempre com um spray de gás pimenta ou um apito para se poderem defender em caso de ataque. Contudo, às vezes essas precauções não são suficientes.

Foi isso que aconteceu a uma mulher de Nova Iorque que recentemente teve de ir de transportes para casa à noite sem companhia.

Ela estava a tentar voltar para casa para o seu filho quando percebeu que estava a ser seguida por três estranhos. Os homens estavam a olhar para ela enquanto estavam todos no comboio, e quando ela desceu, eles também o fizeram.

Depois de a seguirem por dois quarteirões, ela entrou numa loja e ficou lá durante alguns minutos, à espera que eles fossem embora. Quando saiu da loja, viu-os parados numa pizzaria.

Caminhando rapidamente, ela viu outras mulheres do lado de fora, mas não se aproximou delas porque não queria prejudicá-las. Para além disso, viu outros dois homens, mas eles estavam a falar muito alto um com o outro.

Então, ela avistou Dane Weeks, que estava a sorrir enquanto olhava para o telemóvel, emulher sentiu que poderia pedir-lhe ajuda.

Posto isto, caminhou até Dane e deu-lhe um abraço apertado, sussurrando-lhe: “Por favor, aja como se me conhecesse. Aqueles três homens estão a seguir-me há algum tempo”.

Dane entendeu a mensagem e fez o que ela lhe pediu. Para se certificar que ela permanecia segura, ele caminhou com ela durante três quarteirões, até sua casa.

Depois, Dane publicou sobre o incidente no Twitter, onde admitiu que hesitou no início, mas que sentiu que o abraço dela era demasiado real para ser falso.

Enquanto caminhavam juntos, ele viu como a mulher estava apavorada, enquanto lhe dizia que precisava de voltar para a casa do filho.

Dane disse que raramente desce aquele quarteirão porque normalmente escolhe outro caminho, mas naquela noite estava a ver um vídeo no telemóvel, o que o distraiu.

“Então, acho que era para eu estar lá naquele momento específico”, escreveu ele. Dane foi além do pedido e disse à mulher que poderia levá-la a casa sempre que ela precisasse de companhia.

“Trocamos números e eu disse-lhe que ia ter com ela à estação de comboios a qualquer hora. Ela disse que me ia ligar, espero que o faça. De qualquer forma, ligarei amanhã para saber como ela está”, acrescentou Dane.

Assim o fez, e a mulher elogiou-o por ter lidado com tudo tão bem, apesar de não ter tido tempo para processar bem tudo o que aconteceu. Ele disse que, como terapeuta, foi treinado para esse tipo de momentos.

Ela agradeceu profusamente e disse que tomaria um caminho diferente para voltar para casa daí em diante.

Dane ainda conheceu o filho de 5 anos e a mãe dela, que também lhe agradeceram pelo que ele fez.

Logo depois disso, a série de tweets de Dane tornou-se viral. Muitas pessoas responderam ao seu tópico e elogiaram-no pela bondade e preocupação que ele lhe demostrou – afinal, ela era uma estranha para ele.

“Eu não esperava que a publicação tocasse tantas pessoas, eu precisava de expressar toda a emoção e partilhá-la na minha conta. É triste que as mulheres vivam com este tipo de medo, porque nós, homens, criámos um ambiente de toxicidade. Eu farei melhor”, escreveu Dane.

Este homem acabou de mostrar como é importante ajudarmo-nos uns aos outros em todas as oportunidades que temos.

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais