Família perde cão o cão e encontra-o a 100km de distância a viver na rua

3.055

É sempre de partir o coração quando alguém perde um animal de estimação amado. Esta família da Turquia passou por isso, mas felizmente a sua história teve um final feliz!

Quando a família Araç perdeu o cão Leo, ficaram todos devastados. Eles procuraram em todo o lado pelo amigo peludo, mas em vão.

Então, algo realmente estranho aconteceu: alguns meses depois, o jovem filho Sertaç viajou para outra cidade, a 100km de distância de onde os seus pais moravam – e demasiado para um cão viajar sozinho.

Sertaç planejara passar o dia na cidade a realizar diversas atividades, mas em vez disso, teve a surpresa da sua vida.

Não pôde deixar de reparar num cão vadio, que parecia cansado e sujo, sentado na rua em frente a um café, claramente sem dono.

Mesmo não estando em boa forma, Sertaç não conseguiu parar de pensar em como ele se parecia tanto com Leo.

“Tirei uma fotografia e enviei para os meus pais. Eu estava na dúvida”, conta. Ele sabia que as probabilidades eram astronómicas.

Afinal, 100km é demasiado para um cão passear, e quais as hipóteses de o encontrar logo assim?

Porém, quando os seus pais viram a fotografia, constataram que a semelhança era tanta que quiseram ver por si mesmos. Então, fizeram-se à estrada e encontraram Sertaç na cidade.

Se havia alguma dúvida de que aquele fosse Leo, dissipou-se assim que os seus pais chegaram e o viram pela primeira vez.

No momento em que o cão os viu, correu na direção deles, saltando em para os seus braços. Ele simplesmente não conseguiu conter a sua emoção – eles podiam não o ter reconhecido imediatamente, mas Leo reconheceu-os logo.

O pobre cão passara longos meses na rua, separado da família, faminto e sozinho. Agora, estão todos juntos novamente e estão muito gratos por se terem reencontrado.

Infelizmente, na época em que Leo desapareceu, a família Araç também perdeu os seus outros dois cães.

O tempo é demasiado para ser uma coincidência, portanto as evidências apontam para que se tenha tratado do trabalho de um raptor de cães na região. Mas após a milagrosa recuperação de Leo, a família está decidida a focar nas coisas boas e a ter ainda mais cuidado.

“Estamos tão felizes por o Leo estar em casa. Vou olhar com atenção para todos os lugares que visito, na esperança de encontrar os outros dois. O meu pai e a minha mãe continuarão a procura-lo, porque vêem-nos como filhos e amam-nos”, conta Sertaç.

O sequestro de animais está em ascensão, e esta família é mais sortuda do que podem imaginar – em média, apenas 10% das pessoas cujos animais de estimação são sequestrados os vê novamente. É importante supervisionar os seus animais de estimação e garantir que eles estão protegidos quando se encontram em casa ou no quintal.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais