Finlândia deseja introduzir semana de trabalho de 4 dias e 6 horas por dia para melhorar a produtividade

928

A maioria dos trabalhadores pelo mundo fora sonha ter um horário de trabalho flexível, que lhes permita dedicar mais tempo a fazer as coisas que realmente gostam e passar mais tempo com os seus.

Na Finlândia, esse sonho pode vir a tornar-se realidade. Sanna Marin, a nova primeira-ministra da Finlândia e a mais jovem chefe de governo do mundo, pediu a introdução de uma semana de trabalho de 4 dias e 6 horas por dia. A mulher de 34 anos acredita que este pode ser “o próximo passo” na vida profissional.

“Acredito que as pessoas merecem dedicar mais tempo com os seus entes queridos, hobbies e outros aspetos da vida, como o lazer e cultura”, disse Sanna.

Tradicionalmente, as pessoas trabalham 8 horas por dia, 5 dias por semana. Desde 1996, têm o direito de começar ou terminar o trabalho 3 horas antes ou depois.

A nova proposta de um horário de trabalho flexível na Finlândia teve como inspiração o seu vizinho escandinavo, a Suécia, onde os dias de trabalho são de 6 horas desde 2015. A mudança mostrou-se promissora, pois as estatísticas mostraram que os funcionários se tonaram mais produtivos, mais felizes e mais ricos.

Os críticos temem que a implementação de um horário de trabalho flexível possa prejudicar os negócios e interromper o crescimento económico. Mas a parceira e ministra da Educação de Sanna, Li Andersson, acredita que dar esse passo seria benéfico para os trabalhadores de todo o país.

“É importante permitir que os cidadãos finlandeses trabalhem menos. Não se trata de governar com um estilo feminino, mas de oferecer ajuda e manter promessas aos eleitores”, disse ela.

Sanna Marin foi eleita como primeira-ministra da Finlândia em 8 de dezembro de 2019, e lidera uma coligação de 5 partidos de centro-esquerda, sendo que 3 dos seus 4 outros membros têm pouco mais de 30 anos.

A atual primeira-ministra finlandesa frequentou a Universidade de Tampere e tornou-se a primeira pessoa na sua família a formar-se, e depois de terminar os estudos, rapidamente assumiu o seu lugar na do país, sendo eleita chefe dos conselhos da cidade aos 27 anos.

A líder do Partido Social Democrata tem uma filha de 22 meses com o seu parceiro Markus Räikkönen e é vista como uma política que a geração mais jovem apreciará e com a qual se identificará devido ao seu uso honesto da palavra e redes sociais.

No Instagram, Sanna publica fotografias “sem edição” dela mesma, fazendo o que qualquer cidadão comum faz.

O que acha da sua mais recente proposta?

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais