Idosa de 87 anos confeciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente

804

A alta taxa de contaminação do novo coronavírus fez disparar a procura por materiais de proteção individual, como máscaras, luvas e álcool, que agora se encontram esgotados em praticamente todos os estabelecimentos comerciais, e até hospitalares.

Renatha Costa, bióloga, engenheira civil e professora muito ligada à população idosa de Santa Quitéria do Estado do Maranhão no Brasil, ficou alarmada quando não conseguiu encontrar máscaras de proteção para a sua avó, e teve a ideia de fazer algumas em casa.

A sua avó, Dona Bernarda Costa, é uma costureira de 87 anos, e foi quem a ajudou a fabricar as máscaras para distribuir de forma gratuita a todas as pessoas pertencentes ao grupo de risco.

Para fazer as máscaras, Renatha usou TNT (tecido não tecido), um material bastante elástico e económico.

Renatha ficou encarregue de impermeabilizar, cortar e preparar os tecidos, e a avó tratou da parte da costura.

Depois de as máscaras ficarem prontas, Renatha embalou-as em saquinhos individuais para as manter isoladas e seladas.

Mesmo com toda a boa vontade do mundo, Dona Bernarda não consegue costurar muitas máscaras por causa da idade, mas está a fazer o máximo possível.

“Peço que quem puder faça o mesmo. É fácil e prático”, disse Renatha numa publicação na sua página do Instagram.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais