Idosa foi diagnosticada com demência e o seu gato não para de lhe acariciar a cabeça

903

Sabia que ter um gato como animal de estimação pode ser muito benéfico em termos de saúde? Este animal emite vibrações entre 20 e 140 Hz, que, segundo estudos, têm propriedades terapêuticas para os humanos.

É possível que isto seja de facto verdade, a julgar pela história de Michu, um gatinho de 7 meses que foi adotado após ser confundido com o gato da família.

Recentemente, Michu tornou-se conhecido nas redes sociais, porque aparece num vídeo a acariciar a cabeça da dona, uma idosa de 80 anos chamada Maria Eliana Leiva, acabada de ser diagnosticada com demência.

No vídeo, é possível ver o gatinho a lamber e segurar a cabeça de Maria, como se estivesse a tentar curá-la.

Foi Karem Urzúa González, neta da dona Maria, que decidiu partilhar o doce momento num grupo do Facebook dedicado a gatos, pedindo ajuda para perceber o que é que o gatinho estava a tentar fazer.

Nos comentários, muitos responderam que a única explicação para o comportamento do animal era que este estava a tentar ajudar a idosa.

Esta é mais uma prova que os animais são extremamente sensíveis. PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais