Judeus, cristãos e muçulmanos unem-se em oração pela primeira vez em Jerusalém

924

Recentemente, judeus, cristãos e muçulmanos juntaram-se em Jerusalém, num evento inédito, com o objetivo de orar pelo mundo e pedir a Deus o fim da pandemia do novo Coronavírus.

“Deus, tu que nos alimentaste na fome e nos proporcionaste abundância, que nos libertaste das pragas e de doenças graves e duradouras, ajuda-nos”, pediram os líderes religiosos.

A primeira “Oração Global Conjunta” contou com o Patriarca Ortodoxo Grego Theophilos III, o Arcebispo do Patriarca Latino Pierbattista Pizzaballa, Imam Sheikh Gamal el Ubra, Imam Sheikh Agel Al-Atrash e o líder espiritual druso Sheikh Mowafaq Tarif.

Como representantes do judaísmo, estiveram presentes o rabino Yitzhak Yosef, Rishon LeZion, rabino-chefe sefardita de Israel e presidente do conselho principal, e o rabino David Lau, rabino-chefe de Israel e presidente do Grande Tribunal Rabínico.

A oração conjunta dos líderes, que aconteceu no King David Hotel, foi transmitida ao vivo. “Nestes tempos turbulentos, continuamos a ouvir vozes crescentes contra comunidades inteiras. Esta nova realidade terrível afetou toda a humanidade, independentemente da religião, género e raça. Por verdadeira fé na solidariedade, apelamos a todos os cidadãos do mundo que se unam e realizem uma oração conjunta à saúde e à unidade”, disseram.

A iniciativa foi aprovada pelo rabino-chefe de Israel, pelo Ministério das Relações Exteriores e pelo Ministério do Interior de Israel, pelo Conselho Mundial de Líderes Religiosos e por várias organizações judaicas e não-judaicas.

Durante o encontro, os líderes aproveitaram ainda para alertar as pessoas para o aumento do racismo, xenofobia e discriminação por causa do Covid-19.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais