Mergulhador convence bebé polvo a deixar um copo de plástico para morar numa concha

2.143

Pall Sigurdsson e outros colegas mergulhadores em Lembeh, na Indonésia, encontraram um polvo bebé a viver num copo de plástico.

A equipa passou todo o mergulho e maioria do oxigénio que possuíam a salvar o polvo, que teria um fim cruel se continuasse ali.

O polvo do coco, ou polvo venoso, tem o instinto de se proteger escondendo-se e criando uma casa móvel com cascas ou conchas.

Infelizmente, o polvo bebé que encontraram tinha feito de um copo de plástico que encontrou no fundo do mar o seu abrigo. Tendo em conta a fragilidade do copo, o mais provável é que um predador engolisse o copo com o polvo, acabando por matá-lo.

Preocupados com a situação de vulnerabilidade do polvo, os mergulhadores tentaram durante muito tempo oferecer-lhe outras opções naturais, como conchas variadas, na esperança que ele abandonasse o copo.

O polvo do coco é conhecido pela sua exigência relativamente às conchas que escolhe, por isso a equipa teve de tentar muitas conchas diferentes até encontrar uma que o pequeno aceitasse.

No final, para grande felicidade todos, o polvo cedeu e “mudou de casa”.

Veja o vídeo e PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais