Miss Inglaterra responde ao chamado da profissão e volta a atuar como médica para combater o Coronavírus

672

O mundo inteiro está unido na luta contra o novo Coronavírus, com muitas pessoas de quarentena como medida preventiva, numa tentativa de estagnar a propagação do Covid-19, mas alguns profissionais não podem ficar em casa.

De entre todos esses heróis, os profissionais de saúde destacam-se por estar na linha da frente do combate, lidando diretamente com os doentes infetados e dando o seu melhor para os tratar.

As equipas hospitalares estão a passar pelo maior e mais difícil desafio das suas vidas, tendo de trabalhar mais arduamente que nunca, devido à propagação rápida desde vírus e a consequente pressão que está a exercer nos sistemas de saúde, muitos já anteriormente frágeis, a nível global.

A complexidade da situação levou muitos profissionais de saúde que não exercem a responder ao chamado da profissão para ajudar no combate ao Covid-19, como é o caso de Bhasha Mukherjee, Miss Inglaterra 2019 e médica especializada em doenças respiratórias.

Bhasha, que tinha colocado uma pausa na sua carreira de médica para participar na competição Miss Mundo e em projetos voluntários associados, decidiu voltar ao ativo depois de ouvir os desabafos dos seus amigos do Pilgrim Hospital, no leste da Inglaterra, em como a situação é trágica e sem quaisquer previsões de melhoria.

“Não há melhor momento para ser Miss Inglaterra e ajudar a Inglaterra do que este momento de necessidade”, disse Bhasha.

Contudo, antes de recomeçar, terá de ficar 2 semanas em autoisolamento, uma vez que esteve a recentemente a fazer voluntariado na Índia.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais