Mulher de 90 anos recupera do Coronavírus depois de se despedir da família

1.375

Logo após o Natal de 2019, Geneva Wood, de 90 anos, sofreu um derrame e os médicos disseram às suas duas filhas que se preparassem para o pior.

Semanas depois, Geneva foi transferida para o Life Care Center, um lar de idosos em Kirkland, Washington, onde incrivelmente, reaprendeu a andar e a falar. Na verdade, a sua recuperação estava a ir tão bem que ela estava a poucos dias de poder voltar para casa e para a sua família.

Então, o lar de idosos foi atingido pelo surto de coronavírus. Houve mais de 100 casos entre residentes e funcionários juntos.

O Life Care Center entrou em modo de bloqueio total, o que significava que Geneva não iria a lado nenhum.

Entretanto, outra reviravolta: Geneva caiu e partiu a anca. Foi levada para o hospital, e a sua família pediu aos médicos para testá-la para o novo Coronavírus enquanto ela estava lá.

Esse foi um verdadeiro movimento salva-vidas, pois permitiu que Geneva fosse diagnosticada com COVID-19.

Os médicos disseram que o prognóstico não era bom, pois os pulmões dela estavam a encher-se rapidamente de líquido. Ela não sobreviveria às 24 horas seguintes, pelo que os médicos chamaram a família para se despedirem.

Vestindo equipamento de proteção, as filhas de Geneva foram autorizadas a dar à sua amada mãe o que pensavam ser o último abraço de despedida.

Felizmente, Geneva acabou por fazer uma recuperação total, dando a muitas pessoas uma enorme esperança.

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais