O maior erro de uma mãe é esquecer-se de si mesma

16.742

Muitas vezes pensamos na nossa mãe como se ela fosse apenas isso, mas na verdade a mãe também é uma mulher. A mulher escondida dentro dela, que às vezes anseia em sair. Demasiadas vezes, espera-se que ela desempenhe um único papel: totalmente dedicada à maternidade.

Muitas vezes, é ela mesma quem se rotula e abdica de atividades que gosta, simples passeios com os seus amigos ou qualquer outra coisa que a faça sentir bem.

Esquecer-se de si mesma, das suas aspirações ou o amor pelo seu corpo é um erro, porque uma mulher pode ser uma excelente mãe e ainda cuidar bem de si.

Na nossa sociedade, a mãe sempre desempenhou um papel importante e, por esse motivo, no imaginário coletivo, a mulher está sempre associada a esse mesmo papel maternal. Anos e anos de emancipação não eliminaram algumas crenças das próprias mulheres, que são as primeiras a negligenciar-se. Não é usar batom vermelho ou saltos altos nem beber um copo de vinho no jantar com os amigos que determina ser ou não uma boa mãe. Não é por pensar em si mesma que exclui a maternidade da sua vida.

Os papéis e facetas da nossa existência não precisam necessariamente de se excluir uns aos outros, pelo contrário, podem coexistir e gerar mais harmonia. Quando a mãe sente a necessidade de cuidar de si mesma, de perder tempo consigo, perder os quilos extras acumulados durante a gravidez, ela não está a esquecer o seu papel de mãe – está simplesmente a encontrar-se. Uma mãe que não se esquece de si mesma é uma mãe mais serena e satisfeita, e isso também beneficia os seus filhos e o seu marido ou companheiro.

Porque a maternidade, embora maravilhosa, não é necessariamente capaz de preencher todas as necessidades da vida de uma mulher. Cumprir e dedicar-se apenas a um único papel é muito perigoso, pois a pessoa fica frustrada e gradualmente perde a alegria de viver e tem sempre a sensação de que falta algo.

As crianças preenchem a sua vida, é verdade, mas também é verdade que elas crescem rápido e que, mais cedo ou mais tarde, você precisará de lidar com a mulher que está dentro e por trás da mãe.

Lembra-se de si mesma é uma forma de amor e, amando-se a si mesma, ganhará confiança, autoestima e paz de espírito e será capaz de expressar o amor pela sua família e pelos seus filhos de uma maneira ainda melhor.

PARTILHE!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais