Segundo um estudo, as pessoas que ficam vermelhas são as mais confiáveis e generosas

2.716

Charles Darwin, famoso naturalista e antropólogo, conhecido pela teoria da evolução, disse que o ser humano é a “única espécie que possui a capacidade de corar”.

Corar é uma reação involuntária e fisiológica a uma situação desconfortável sintomática de pessoas mais tímidas e inseguras.

Contudo, segundo algumas investigações científicas, corar também é comum nas pessoas mais confiáveis e generosas.

Ao sentir-se desconfortável ou envergonhado, o organismo realiza vários processos neuroquímicos que estimulam a produção de adrenalina e aceleram os batimentos cardíacos e a respiração. Como a circulação sanguínea aumenta, os vasos mais superficiais são atingidos, daí as bochechas ficarem vermelhas.

Isto acontece em pouco segundos, através do sistema nervoso simpático, pelo que não é possível controlá-lo racionalmente ou pará-lo.

Muitas pessoas ficam ainda mais envergonhadas quando ficam vermelhas, mas a verdade é que corar é uma reação espontânea e natural que transmite confiança, demonstra vulnerabilidade e sinceridade.

Ficar ruborizado também é uma mensagem não verbal involuntária que atrai um potencial parceiro, pois é interpretada como uma emoção agradável e á uma sensação de intimidade.

Mais, ter bochechas coradas sempre foi associado a saúde, pelo que antigamente as mulheres até exageravam a maquilhagem nessa zona do rosto.

Uma investigação publicada no Journal of Personality and Social Psychology estudou o comportamento de aproximadamente 60 estudantes universitários ao contar os seus momentos mais embaraçosos.

Entre as reações mais reveladoras, como tapar a cara e baixar o olhar, corar foi a que desencadeou maior empatia entre os estudantes e os ouvintes, o que ajudou a quebrar o gelo e a cria um ambiente de confiança.

Portanto, se fica corado facilmente, não o esconda. “Use” o seu rubor com orgulho!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais