Um menino de 12 anos deixa o seu cão na frente de um refúgio para salvá-los dos maus tratos do seu pai

3.146

Andrés, um jovem da Cidade do México de 12 anos, ficou muito feliz quando a família acolheu um cão bebé de raça Pit Bull.

Infelizmente, o pai de Andrés começou a maltratar o pobre cãozinho, tendo mesmo provocado danos graves no traseiro dele com pontapés.

Então, Andrés e a mãe decidiram deixar o pequeno Pit Bull numa caixa no exterior de um abrigo para cães, juntamente com uma carta sentida e um ursinho de peluche.

“Chamo-me Andrés e tenho 12 anos. Eu e a minha mãe resolvemos deixá-lo nas vossas mãos porque o meu pai maltrata-o e dá-lhe pontapés. O peluche é para que não se esqueça de mim”, escreveu o jovem.

Embora adorasse o cãozinho, Andrés revelou uma grande maturidade e altruísmo ao escolher separar-se dele para lhe dar a oportunidade de ser adotado por uma família em que todos o acarinhassem.

Depois disso, o animal recebeu todos os cuidados numa clínica veterinária e foi colocado para adoção.

Entretanto, a história tornou-se viral e tem emocionado muitas pessoas pelo mundo inteiro. Esperamos que o pequeno Pit Bull encontre um lar saudável e repleto de amor!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Aceitar Ler Mais